Rua Do Engenheiro António De Almeida

Eng. António de Almeida nasceu em 5 de Novembro de 1891 e faleceu em 9 de Outubro de 1968.Licenciou-se em Engenharia Civil na Universidade do Porto, no ano de 1915, com classificação final de 18 valores. Ingressa nos Ministério da Guerra, como Oficial nos serviços de engenharia militar cessando essas funções em 1917, para ingressar como funcionário, no Ministério das Obras Públicas. Inicia, então, actividades de natureza empresarial. Em 1921 é director do Banco Espírito Santo e responsável máximo pela filial do Porto tendo pouco tempo depois sido eleito Vice-Presidente do Conselho de Administração cargo que exerceu até á data do seu falecimento em 1968. Por testamento, instituiu a fundação que tem o seu nome e que prossegue fins artísticos educativos e de caridade.A Fundação tem desenvolvido uma actividade intensa sobretudo nas áreas da arte e da educação, nomeadamente a educação cívica, através de colóquios, conferências, exposições e recitais de música, com a intervenção de intelectuais e artistas nacionais e estrangeiros. Tem a preocupação de revelar e premiar o mérito e, por isso, instituiu o prémio denominado Eng.. António de Almeida que é atribuído, anualmente, ao licenciado que obtenha a classificação mais elevada e sempre igual ou superior a 16 valores, nas seguintes instituições universitárias: Universidade do Porto, Universidade do Minho, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Universidade de Aveiro, Universidade de Coimbra (Faculdade de Letras) e Universidade Portucalense.Em todas as suas actividades, respeitando em absoluto o pluralismo de ideias, afirma o humanismo personalista e propõe-se contribuir para a formação do homem-pessoa em ordem a dotá-lo com as virtudes da coragem, do trabalho, da honestidade, da tolerância e do saber inteligente para que surjam, assim, um humanismo fraterno e uma sociedade onde caibam efectivamente todos os homens. ( Fundação Eng. António de Almeida - Arquivo da Toponímia ).