Rua Do Lima

João António de Lima era o proprietário da fábrica de tabaco «A Lealdade», na Rua de Costa Cabral, nº 174. Dele tomou nome a vasta quinta que alí possuía também, onde se abriu a rua, e o «campo do Lima», até há pouco tempo campo de desportos. Sua viúva, D. Luzia Joaquina Bruce, fez em 17 de Agosto de 1901, vultuosa doação, para se fundar em memória do marido, o Hospital da Lapa. O busto de João António de Lima ornamenta a frontaria do hospital. D. Luzia Joaquina Bruce veio a falecer em 17 de Janeiro de 1917, deixando a Misericórdia do Porto herdeira de quase toda a sua fortuna, incluindo a propriedade do Lima. Era condição que todos os imóveis legados se vendessem e fossem transformados em títulos de crédito, e os seus rendimentos destinados a tuberculosos pobres. No entanto a Misericórdia ainda conserva o «Campo do Lima» que deixou de cumprir a sua função de campo de futebol, para ser um aglomerado habitacional.(Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )