Rua Do Pinheiro

Em 1508, um certo João Rodrigues de Avelar, com a sua mulher Grácia Luís, venderam o seu campo no casal do Pinheiro «junto aos Carvalhos do Monte, prez da cidade» e um par da estrada pública. Um quarto de século mais tarde, em 1533, nova venda encontramos do « lugar ou casal do Pinheiro, situado entre a estrada que vem de Guimarães para a Porta do Olival e o caminho de Liceiras». Tinha então esta propriedade um pombal e várias árvores de fruto, entre as quais se mencionam laranjeiras que mais tarde, com outras por ali existentes, dariam ao casal do pinheiro o nome, de Quinta do laranjal de cima, que já tinha em 1661. A Quinta do Pinheiro foi alienada há poucos anos pelos últimos sucessores dos Monteiros, na posse desta bela propriedade desde princípios do século XVIII.(Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )