Largo De Santa Catarina

Os marinheiros e mareantes sempre dedicaram ferveroso culto a Santa Catarina, virgem e mártir. E os do Porto não tinham capela onde a venerassem, falta a que acudiu D, João I, com uma carta de doação datada de 8 de Outubro de 1395... ( Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )