Rua Dos Bragas

Os terrenos onde se rasgou esta Rua dos Bragas pertenciam a um casal rústico chamado dos Carvalhos do Monte já referido em documentos da Mesiricórdia do Porto de 1508 --- « casal de Carvalhos do Monte, prez da cidade» à beira da estrada de Braga. Este casal veio, por herança à posse da familia Ribeiro Braga, e incorporou-se na Quinta do Mirante, a que já nos referimos ao tratar do Largo Coronel Pacheco. Foram estes propriétarios que deram o seu apelido à Rua dos Bragas. Não sabemos ao certo quando ela foi aberta, mas não figura ainda na planta do Bairro das Laranjais, de cerca de 1760, nem mesmo ainda na planta redonda, de Balck, em 1813. Vem já porém e com a sua denominação actual, na planta de Costa Lima, de 1839 (Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )