Travessa De Pinto Bessa

Francisco Pinto Bessa, negociante, deputado da Nação, presidente da Câmara Municipal do Porto, comendador de várias Ordens nacionais e estrangeiras, nasceu em Lordelo do Ouro, em 1821, e faleceu nesta cidade em 1878. Filho de pais modestos, foi procurar fortuna ao Brasil, o que pôde alcançar nas labutas da vida comercial. Logo se fez sentir a sua acção benemérita, tanto aquém, como além Atlântico. D. Pedro V agraciou-o com a Torre-e-Espada pelo modo como concorreu para a reconstrução da nau Vasco da Gama, que aportara desarvorada ao Rio de Janeiro, depois de tempestuosa travessia do mar. Foi um dos fundadores do Palácio de Cristal. Presidente da Câmara Municipal do Porto, em 1867, o seu nome está intimamente ligado à história do desenvolvimento da cidade, e ao da própria toponímia, porquanto por iniciativa sua se fizeram obras de vulto, designadamente a abertura das Ruas de Mouzinho da Silveira, Nova da Alfândega e Sá da Bandeira, bem como a construção da rotunda da Boavista e o embelezamento do cemitério de Agramonte. ( Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )