Rua Da Bolsa

Nos finais do Século passado XIII os mercadores portuenses, para valerem aos prejuizos que as suas frotas sofriam com as tempestades e pirataria, instituíram uma «Bolça comum», que funcionava como seguro dos seus negócios. D. Dinis confirmou-a em 1293, D. Fernando ampliou-a, criando em 1380 a Ordenança e Companhia das Naus. D. João I restaurou-a a pedido dos homens bons do Porto, em 1397. No decorrer dos séculos XVI e XVII entrou em decadência até que de todo de extingiu. Com o advento do Liberalismo, alguns dos principais comerciantes, matriculados na Junta de Comércio de Lisboa, pediram ao governo as ruínas do extinto Convento de S. Francisco, para aí construírem uma Bolsa Comercial. Só em 1891, meio século depois veio a ser solenemente inaugurado o magnífico edifício que todos nós muito bem conhecemos --- O Palácio da Bolsa.)...(Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )