Rua Da Trinitária

A Rua da Trinitária recorda na Foz do Douro, a Ordem da Santíssima Trindade da Redenção dos Cativos, que tão altos serviços prestou à Foz e aos seus mareantes. Desde o séc. XV que piratas argelinos infestavam a nossa costa e os mares que os portugueses navegavam. Muitas embarcações nossas eram apressadas, e, os seus tripulantes aprisionados e reduzidos à escravidão, conduzidos aos portos do Norte de África. A Ordem da Santíssima Trindade, fundada em 1198, destinava-se ao resgate desses cativos, no que também teve grande papel a Misericórdia do Porto, a partir dos finais do séc. XVI, designadamente daqueles que tinham ficado prisioneiros em Alcácer Quibir. A cada passo encontramos nos livros da Santa Casa notícia de resgates de mareantes da Foz, de Leça, de Matosinhos, e de muitas outras terras do termo da cidade, a que se estendia a asa protectora da Misericórdia. Ainda no séc. XVIII eram frequentes esses resgates de cativos em terra de infiéis - onde perigavam seus corpos e suas almas... ( Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )