Rua Das Carmelitas

No ano de 1704, o bispo D. Fr. José de Santa Maria de Saldanha fundou no campo da Via Sacra, ou do Calvário Velho, o Convento de S. José e de Santa Teresa de Carmelitas Descalças. Da sua igreja e casa conventual não resta hoje qualquer vestígio, a não ser na designação oficial das Rua das Carmelitas e de Santa Teresa. A planta redonda de Balck (1813) mostra a rua já com a denominação actual. Em 1839, Costa Lima chama-lhe Rua do Anjo. E regista também uma Travessa das Carmelitas, que parece corresponder, mais ou menos, à actual Rua do Conde de Vizela. ( Toponímia portuense de Andrea da Cunha e Freitas ).