Rua De Martim De Freitas

Martim de Freitas - Alcaide de Coimbra, no séc. XIII. Aquando da luta pelo poder entre D. Afonso III e D. SanchoII. Tinha sido nomeado alcaide por D. Sancho e quando D. Afonso lhe vem exigir as chaves da cidade, Martim de Freitas manda encerrar as portas e resiste ao assédio que lhe foi movido. Como lhe garantissem que D. Sancho tinha e estava enterrado em Toledo, obteve uma trégua para lá ir confirmar-se. Aberto, na sua presença, o caixão, ao ver o corpo do ' seu ' rei, a quem tinha jurado fidelidade, depositou-lhe nas mãos as chaves de Coimbra, que depois retira para vir entregar a D. Afonso III, em Portugal. Este, admirado por tal prova de fidelidade, convida-o a continuar no seu posto, o que Martim de Freitas recusa, porque ' só se pode ser fiel a um senhor '.... ( In Monografia de Aldoar de Júlio Couto - Arquivo da Toponímia ).