Esplanada Do Castelo

Entre o Passeio Alegre e a rua da Senhora da Luz, no centro da velha Foz do Douro, a Esplanada do castelo é um lugar aprazível e arejado onde se ergue a fortaleza que lhe deu o nome. Em 1560 João Gomes da Silva, por ordem da Rainha D.Catarina de Áustria, viúva de D.João III e regente na menoridade de D. Sebastião, deu início à sua construção, mas não foi além dos alicerces, que assim se conservaram por muitos anos. Concluiu-se por ordem de D. João IV, em 1647. Não conta o castelo grandes feitos militares. Servia principalmente de defesa da barra contra possíveis ataques de piratas, como sucedeu em 1727, salvando muitos pescadores de serem cativados por três embarcações de Argel. Daqui partiu o primeiro grito de revolta contra as tropas francesas, em 1808. Serviu também de presídio, quando do motim da Companhia, e depois da guerra da Patuleia esteve ali preso o duque da Terceira. O castelo perdeu para sempre o seu valor militar, servindo de posto de telegrafistas. ( Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )