Rua De Santa Catarina

O ano de 1662, havia em Fradelos uma quinta de que era senhorio directo o Dr. João Freire de Melo, tesoureiro de Sé da Guarda, com uma capela da invocação de Santa Catarina Mártir.Essa quinta, toda cercada de parede, partia a banda do nascente «com o caminho que vai de Fadelos para a Porta de Cima da Vila». Este caminho é o mais remoto antepassado que conhecemos da actual Rua de Santa Catarina, que provavelmente dessa ermida tomou denominação. Já designada por Rua Nova de Santa Catarina a encontramos mencionada em certo documento da Misericórdia, de 1748... ( Toponímia Portuense de Andrea da Cunha e Freitas )